quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Concebidos em Pecado – Levítico 12



O 12º capítulo de Levítico dá continuidade à descrição das leis que prescrevem purificações cerimoniais, que apontavam em figura para a santidade, que é devida a Deus pelas pessoas do Seu povo.
No capítulo anterior nós vimos as leis referentes a alimentos puros e impuros.
Neste capítulo são descritas as prescrições relativas à purificação das mulheres depois do parto.          
Nos dias determinados para a sua purificação elas não poderiam tocar em nada sagrado, e lhes era vedado o ingresso no átrio do tabernáculo pois eram consideradas imundas por 40 dias, no caso de nascimento de menino, e por 80 dias, no caso de nascimento de menina, tempo que deveria ser contado para a sua purificação, e depois do qual poderiam comer e tocar nas cousas sagradas e comparecerem ao tabernáculo, para oferecerem sacrifícios pela sua purificação.
Deveriam provavelmente ficar impedidas de ter relações sexuais com seus maridos, nos primeiro sete dias depois do parto, no caso de menino, devendo este ser circuncidado ao oitavo dia; e por quatorze dias no caso de nascimento de menina.
Se o pecado não tivesse entrado no mundo não haveria uma lei cerimonial como esta que aponta para o fato de que todos somos concebidos em pecado, e que sacrifícios pelo pecado deveriam ser oferecidos depois do nascimento dos filhos, simbolizando que aquele nascimento, não era mais um puro ato de alegria, porque chegava mais um pecador ao mundo, que necessitaria de arrependimento, e perdão dos seus pecados, por meio do sacrifício de Cristo, para a purificação dos seus pecados e para obtenção da verdadeira vida eterna.   
 O fato do tempo determinado, para a purificação, no caso de nascimento de menina ser o dobro do tempo previsto para o nascimento de menino não tinha nenhuma razão específica, senão a de revelar a soberania do Legislador, que dispõe todas as coisas segundo o conselho da Sua vontade.
A Lei apontava para a purificação da mãe como que indicando que uma coisa pura não pode proceder de uma coisa impura, pois um pecador não pode gerar um santo.
Por isso tanto a criança quanto a sua mãe deveriam ser apresentados no tabernáculo, depois de cumprido o tempo determinado para a purificação, para oferecer os sacrifícios determinados por Deus, que seria um cordeiro e um pombo ou rola, para holocausto e oferta pelo pecado, respectivamente, ou então, caso suas posses não permitissem oferecer um cordeiro, apresentaria duas rolas ou dois pombos, sendo um para holocausto, e o outro para oferta pelo pecado.
Como foi um destes últimos a oferta feita por Maria e José, quando Jesus foi apresentado no templo, verifica-se por ela que eles eram pobres.



“1 Disse mais o Senhor a Moisés:
2 Fala aos filhos de Israel, dizendo: Se uma mulher conceber e tiver um menino, será imunda sete dias; assim como nos dias da impureza da sua enfermidade, será imunda.
3 E no dia oitavo se circuncidará ao menino a carne do seu prepúcio.
4 Depois permanecerá ela trinta e três dias no sangue da sua purificação; em nenhuma coisa sagrada tocará, nem entrará no santuário até que se cumpram os dias da sua purificação.
5 Mas, se tiver uma menina, então será imunda duas semanas, como na sua impureza; depois permanecerá sessenta e seis dias no sangue da sua purificação.
6 E, quando forem cumpridos os dias da sua purificação, seja por filho ou por filha, trará um cordeiro de um ano para holocausto, e um pombinho ou uma rola para oferta pelo pecado, à porta da tenda da revelação, o ao sacerdote,
7 o qual o oferecerá perante o Senhor, e fará, expiação por ela; então ela será limpa do fluxo do seu sangue. Esta é a lei da que der à luz menino ou menina.
8 Mas, se as suas posses não bastarem para um cordeiro, então tomará duas rolas, ou dois pombinhos: um para o holocausto e outro para a oferta pelo pecado; assim o sacerdote fará expiação por ela, e ela será limpa.” (Lev 12.1-8).

11 comentários:

  1. Sou cristão e acredito e procuro seguir seus ensinamentos. Peço a Deus, em nome do Seu Filho Jesus, que me ilumine porque, não consigo entender o Capitulo 12 de Levítico. Deus disse: crescei e multiplicai-vos. O Todo Poderoso sabia da insistência do diabo em corromper o semelhante a Deus, o homem. Por que o permitiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão já olhou a seu redor? Há tantas pessoas tão más como o Próprio Satanás, e que não querem saber de Deus, se parecem mais com filhos do Diabo do que do seu verdadeiro pai o rei da glória! Então ele está separando o joio do trigo! seja trigo!

      Excluir
    2. Maior prova de amor que podemos ver em toda biblia não só em Lv 12 é Deus nos dar Jesus para morrer na cruz pelos nosso pecados e nos livrar de toda lei.

      Excluir
    3. Maior prova de amor que podemos ver em toda biblia não só em Lv 12 é Deus nos dar Jesus para morrer na cruz pelos nosso pecados e nos livrar de toda lei.

      Excluir
    4. Maior prova de amor que podemos ver em toda biblia não só em Lv 12 é Deus nos dar Jesus para morrer na cruz pelos nosso pecados e nos livrar de toda lei.

      Excluir
    5. Maior prova de amor que podemos ver em toda biblia não só em Lv 12 é Deus nos dar Jesus para morrer na cruz pelos nosso pecados e nos livrar de toda lei.

      Excluir
    6. Maior prova de amor que podemos ver em toda biblia não só em Lv 12 é Deus nos dar Jesus para morrer na cruz pelos nosso pecados e nos livrar de toda lei.

      Excluir
    7. Maior prova de amor que podemos ver em toda biblia não só em Lv 12 é Deus nos dar Jesus para morrer na cruz pelos nosso pecados e nos livrar de toda lei.

      Excluir
  2. Jamais o ser humano pode contestar os designios de Deus.Ele é onisciência, onipotência e onipresença. Quem murmura, contesta e coloca em duvida o óbvio, com certeza alimenta o pai da mentira o diabo. Para os contrários ao reino celestial, só sobra, a geena, lago de fogo, ou inferno.

    ResponderExcluir
  3. Jamais o ser humano pode contestar os designios de Deus.Ele é onisciência, onipotência e onipresença. Quem murmura, contesta e coloca em duvida o óbvio, com certeza alimenta o pai da mentira o diabo. Para os contrários ao reino celestial, só sobra, a geena, lago de fogo, ou inferno.

    ResponderExcluir
  4. Jamais o ser humano pode contestar os designios de Deus.Ele é onisciência, onipotência e onipresença. Quem murmura, contesta e coloca em duvida o óbvio, com certeza alimenta o pai da mentira o diabo. Para os contrários ao reino celestial, só sobra, a geena, lago de fogo, ou inferno.

    ResponderExcluir